sábado, 17 de junho de 2017

Portal para Universos Paralelos através de DTM




Dr. Rick Strassman em seu livro ‘DMT: the Spirit Molecule’, alega que DMT, uma das drogas psicodélicas mais poderosas, pode fornecer um acesso confiável e regular a outros planos de existência. Ele diz que DMT pode na verdade ser um portal para universos paralelos.

Dr. Rick Strassman 

De fato, estes universos estão sempre lá e constantemente transmitem informação. Mas não podemos percebê-los porque simplesmente não fomos projetados para isto: nosso ‘programa’ nos mantém sintonizados ao canal padrão mentalmente ‘normal’. Não temos uma ferramenta sensorial disponível para sintonizar esta informação. O Dr. Strassman acredita que DMT nos permite sintonizar em outras dimensões de existência que estão presentes aqui e agora.

E se DMT realmente pode nos levar para mundos paralelos? Físicos teóricos presumem que a existência de mundos paralelos é baseada no fenômeno da interferência, escreve Strassman. Uma das demonstrações deste fenômeno é o que acontece a um facho de luz quando este passa através de um buraco estreito num papelão. Vários anéis e arestas coloridas que aparecem na tela que a luz é projetada não são somente contornos do papelão. Como resultado de experimentos mais complexos, os pesquisadores concluíram sobre a existência de partículas de luz ‘invisíveis’ que colidem com aquelas que podemos ver, refratando a luz de maneiras inesperadas.


Mundos paralelos interagem entre si quando a interferência ocorre. De acordo com a hipótese teórica, há um grande número inimaginável de universos paralelos, ou multiversos, cada qual sendo similar ao nosso e sujeito às mesmas leis da física. Esta é a razão para o fato de que não é necessário que haja algo particularmente estranho ou exótico sobre os diferentes multiversos. Ao mesmo tempo, eles são paralelos devido às partículas que os formam e porque estão localizadas em diferentes posições de cada universo.

Strassman referiu-se ao cientistas britânico David Deutsch, um renomado teórico em sua área e autor do ‘The Fabric of Reality‘ (O Tecido da Realidade). Ele tem se correspondido com Deutsch para discutir a probabilidade do DMT poder alterar as funções cerebrais, para assim permitir acesso ou conhecimento sobre os mundos paralelos. O físico duvidou esta possibilidade, porque seria necessário a utilização de computação quântica. Este fenômeno, de acordo com Deutsch, “poderia distribuir componentes de uma tarefa complexa entre vastos números de universos paralelos, e então compartilhar os resultados. Uma das condições requeridas para a computação quântica é a temperatura próxima do zero absoluto.” É por isso que o físico acha que o contato prolongado entre universos em um sistema biológico é improvável.


Contudo, Strassman aponta que, já que DMT é a substância que carrega as propriedades físicas do cérebro, para que a computação quântica possa ocorre na temperatura corporal, estabelecer contato com universos paralelos poderia ser possível. Em outras palavras, DMT muda a psicologia do cérebro em tal grau que a computação quântica se torna possível, assim nos dando acesso a estes universos paralelos.

Esta possibilidade confirma muitas das histórias relatadas por aqueles que têm usado DMT. Eles relatam que é mais do que uma mera alucinação ou “viagem“, e muitas vezes dizem ter ido para outros mundos e interagido com seres que habitam estes mundos.

Vaticano revela: ''Os seres humanos tem poderes sobrenaturais'', através de manuscrito ocultado por 2 mil anos

A Matriz Divina é a rede de energia que conecta o nosso universo, constituída por uma rede de filamentos muito semelhantes àqueles presentes no nosso cérebro.
Em 1944, Max Planck, o pai da teoria quântica, chocou o mundo quando disse que existe um lugar que é pura energia, onde todas as coisas têm início e que simplesmente “É”. Segundo o pesquisador Gregg Braden, que há mais de 20 anos se dedica a estes estudos, recentes descobertas destacam a evidência de que existe realmente essa matriz de Planck e é a Matriz Divina. Planck afirmava que esta “Matrix” é a origem das estrelas, das rochas, do DNA, da vida e de tudo o que existe.

Microscopicamente, não há nada natural, tudo é vibração, tudo é feito de energia condensada. Vivemos em um universo de vibrações e nossos corpos são constituídos de vibrações de energia que nós emanamos constantemente. A ciência já provou, através da física quântica, que estamos todos conectados através de nossa vibração. Experimentações científicas demonstraram que nosso DNA muda com as frequências produzidas pelos nossos sentimentos e emoções, ou seja, vibrações.

Isto ilustra uma nova forma de energia que conecta toda a criação. Esta poderosa energia, parece ser uma Rede Estreitamente Tecida que conecta TODA a matéria e, ao mesmo tempo, podemos influenciar essencialmente esta rede de criação por meio de nossas VIBRAÇÕES. Os experimentos comprovaram, também, que as frequências energéticas mais altas, que são as do Amor, impactam no ambiente, de uma forma material, produzindo transformações não só em nosso DNA, mas no ambiente que nos cerca. Isto tem um profundo significa: possuímos muito mais poder do que imaginamos.

Todos nós já ouvimos falar desse “poder” que possuímos, principalmente através da Bíblia, mas essa afirmação quase nunca passou de citações que entusiasmavam, mas não convenciam.

Que poder é esse e por que só agora chegou ao nosso conhecimento?


Tudo começou com a descoberta de um antigo manuscrito, o Grande Código Isaías, e outros textos essênios, nas Cavernas de Qnram, no Mar Morto, em 1946. Atribuído ao profeta Isaías, parece ter sido escrito há mais de 2000 anos, e descreve tudo aquilo que a ciência quântica começou a compreender só poucos anos atrás, ou seja, a existência de muitos futuros possíveis para cada momento de nossas vidas e que, na maioria das vezes, escolhemos inconscientemente.

Cada um desses futuros encontra-se em estado de repouso, esperando ser despertado com as nossas decisões feitas no presente. O Código Isaías descreve com precisão essas possibilidades, numa linguagem que só agora começamos a entender. Isaías descreve a ciência que nos ensina como escolher o tipo de futuro que queremos experimentar. A partir da declaração do manuscrito, com exemplos simples e claros, Greg Braden nos refere que existe uma tecnologia muito usada nos tempos antigos, que foi dispersa no quarto século, como resultado do desaparecimento e destruição de livros raros ou relegados às escolas de mistérios, mas que agora, após a descoberta dos Manuscritos do Mar Morto, estão reaparecendo.

É uma tecnologia muito simples, conhecida universalmente com o nome de “Oração”. Aplicando corretamente, é possível obter coisas extraordinárias, além da imaginação humana. Mas claro! Quem não sabe disso? A maioria, podes crer! Senão, os milagres passariam a ser simples fatos cotidianos e não somente uma exceção. Com esta tecnologia, nós podemos realmente mudar o mundo.

Um modelo “perdido” de oração, que é quântico!

Os manuscritos achados no Mar Morto, é de uma importância considerável para a humanidade dormente, que até os dias de hoje, muitos ainda vivem à mercê de forças espirituais aleatórias, entregando o poder de seu destino nas mãos de qualquer outro ser, menos a si mesma. Nos mostram que nas mãos da humanidade se encerra um enorme poder, à espera de ser utilizado, mas que ainda não conhecemos. Explica como podemos escolher qual futuro desejamos experimentar, em sã consciência, revelando as chaves sobre o nosso papel como criadores de nossa realidade

Entre estas chaves encontram-se as instruções de um modelo “perdido” de oração, que a ciência quântica moderna sugere como o poder de curar nossos corpos, trazer paz duradoura no mundo e, até mesmo, prevenir as grandes tragédias climáticas que a humanidade poderia enfrentar.

Em que consiste essa tecnologia da oração e em que bases se apoia para que seja eficiente?


Gregg Braden diz que estamos sendo levados a aceitar a possibilidade de que existe um NOVO campo de energia acessível e que o nosso DNA se comunica com os fótons por meio deste campo. A chave para obter um resultado, entre os muitos possíveis já existentes, reside em nossa habilidade para sentir que nossa escolha já foi criada e está já acontecendo.

Vendo a oração deste modo, como «sentimento», nos leva a encontrar a qualidade do pensamento e da emoção que produz tal sentimento: viver como se o fruto de nossa prece já estivesse a caminho.A partir desta perspectiva, nossa oração, baseada nos sentimentos, deixa de ser “algo por obter” e se converte em “acessar” o resultado desejado, que já está criado. Com as palavras de seu tempo, os Essênios – os primeiros suspeitados de serem os responsáveis da conservação do conhecimento originário – nos lembram que toda oração já foi atendida. Qualquer resultado que possamos imaginar e cada possibilidade que sejamos capazes de conceber, é um aspecto da criação que já foi criado e existe no presente em um estado “adormecido” de possibilidades.

Dessa forma, o futuro não é deterministicamente estabelecido, mas pode ser, também, alterado. Os essênios tinham uma visão holística da vida e, justamente por isso, consideravam os desequilíbrios da terra como um espelho dos desequilíbrios do corpo físico do homem. Mesmo as catástrofes naturais, as mudanças climáticas, são espelhos de grandes mudanças que estão ocorrendo na consciência humana. Hugh Everett III, um físico da Universidade de Princeton, estudou a possibilidade de universos paralelos, chamando de “ponto de escolha”, o momento em que se pode sobrepor um efeito sobre outro no decorrer de um evento.

O ponto de escolha é a possibilidade da abertura de um vácuo, de uma ponte que permite mudar o caminho, passando para um outro resultado que se encontra em outro caminho paralelo: em síntese, é algo que nos permite dar um salto quântico de uma sequência de efeitos já experimentada a uma nova sequência com um êxito diferente. É como se a mesma história fosse escrita, prevendo finais diferentes: em um certo ponto, nos encontramos em uma bifurcação que nos permite obter um resultado ao invés de um outro. Por exemplo, se eu passo por um corredor, posso escolher de entrar nas salas que estão à direita ou à esquerda, mas só no final do corredor, posso sair e mudar de rumo, encontrar uma encruzilhada.

A nova física, admite que a experiência, ou mesmo a mera observação do cientista modifica a realidade; isso nos leva a crer que, se hoje, em nosso presente, formos capazes de introduzir uma pequena alteração, podemos então, escapar do efeito das profecias negativas, como já aconteceu, como resultado de uma concentração da energia do pensamento coletivo. Usando o pensamento, sentimento e emoção unidos em nossa oração, podemos atrair os pontos de escolha e mudar os resultados previstos. Tudo isso, no fundo, nos leva à conclusão de que há uma profunda ligação entre nossos pensamentos coletivos, nossos sentimentos e nossas expectativas e a realidade externa.

Esta forma de pensar era inerente à visão da vida dos essênios, como se revela nos escritos dos essênios de 2.500 anos atrás, os quais refletem a ideia de que os eventos externos são o reflexo de nossas mais profundas crenças internas. Se Pensamento, Sentimento e Emoção não estão alinhados, não há União. Portanto: se cada padrão se move em uma direção diferente, o resultado é uma dispersão da energia. Pensamento, emoção e sentimento são a chave da tecnologia da oração e no interior de nós mesmos, devemos experimentar e sentir o que queremos realizar no exterior, precisamos sentir isto no corpo, nos pensamentos e sentimentos. 

Podemos dar o que temos, podemos expandir para fora de nós o que somos. Aquilo que desejamos, deve realizar-se contemporaneamente no pensamento, no sentimento e no corpo humano.

O pensamento e emoção, devem primeiro ser considerados separadamente e depois em conjunto, porque o pensamento deve ser o sistema de orientação que direciona nossas emoções.

Como se realiza:

O pensamento, mesmo sob a forma de imaginação, determina para onde direcionar a atenção e a emoção. EMOÇÃO é a energia que nos faz ir na direção desejada, é a “fonte de poder”. Para Braden, nos extremos existem apenas duas emoções: o amor e a sua falta, muitas vezes identificada como medo. Logo, se você não está no Amor, você está no medo. E o medo atrai sempre aquilo que se teme. Sentimento é a união de pensamento e emoção, de fato, para experimentar um sentimento, precisamos ter uma ideia e uma emoção. Então, o sentimento “é a chave da oração, porque a criação responde ao mundo do sentimento humano.”
.
Então, primeiro é importante entender e estar ciente dos pensamentos e emoções representados por nossos sentimentos, porque às vezes expressamos pensamentos que fundamentam emoções diferentes do que afirmamos, e assim, acabamos por realizar efeitos indesejáveis, ou fazemos de formas que a nossa Oração não funcione. Os pensamentos, em si mesmos, podem transportar certas expectativas, permanecendo potenciais desejos, mas são inertes se não forem acompanhados pelo poder da emoção. Muitas vezes, porém, a emoção que acompanha um desejo, caminha na direção oposta ao nosso desejo, mas não somos conscientes.

Se, por exemplo, desejo uma melhor saúde, sob o pensamento de melhora está introduzido o medo da doença, da pouca saúde que se tem, e essa emoção capacita exatamente o que se teme: a doença. Mesmo ao nível do pensamento, dizendo, “melhora”, implicitamente me focalizo em “não suficiente”, e se pensamos de não haver o suficiente, inconscientemente nos sentimos infelizes, ansiosos. Lembremo-nos das palavras do Evangelho: “Quem quiser, pois, salvar a sua vida, perdê-la-á.” Isso pode significar que, qualquer um que tenta se defender daquilo que pode prejudicar a sua vida, acaba focando a atenção justamente sobre o que se quer evitar, atraindo-o.

Braden diz que “nós mergulhamos na possibilidade da criação, um sentimento em forma de imagem, que é a parte da energia suficiente para desenvolver uma nova possibilidade. A chave deste sistema, no entanto, é que a criação restitui exatamente o que nossa imagem mostrou”. A imagem mostra a sopa de criação, onde colocamos a nossa atenção. A emoção que ligamos à imagem, atrai a possibilidade da manifestação desta imagem. Quando “nós não queremos algo – uma emoção baseada no medo . Nosso medo, na verdade, alimenta o que nós dizemos de não querer”.

Por que só agora tomamos conhecimento desse poder?
Até a Bíblia parece dizer que temos um poder desconhecido, e talvez, não por acaso, essa chave de leitura ”foi descoberta só em 1995, em um momento em que poderia haver uma consciência suficientemente alta entre as massas, que permite usar este poder. A humanidade desenvolveu uma nova consciência planetária, graças à força da tecnologia de oração em massa.

Diz Gregg Braden que Deus é puro amor, é energia e por ser energia, não morre, não desaparece, é imortal e está em todos os lugares. E como somos a imagem e semelhança de Deus, sabemos que somos energia e hoje podemos provar isso. Somos seres espirituais e não seres feitos de matéria. Vimos que, geneticamente, nosso DNA muda com as frequências que produzem nossos sentimentos, e que as frequências energéticas mais altas, que são as do Amor, impactam no ambiente, de uma forma material, produzindo transformações não só em nosso DNA mas em todo o ambiente.

Quanto mais Amor deixarmos fluir por nossos corpos, mais adaptados estaremos para enfrentar o que possa acontecer em em nossas vidas. E podemos conduzir TODO o nosso planeta, mediante nossos pensamentos positivos em conjunto, para o melhor futuro possível.

Médicos nos EUA morrem misteriosamente após descobrirem substância cancerosa nas vacinas

Um mistério está chamando a atenção dos adeptos de medicina natural nos Estados Unidos.
Nos últimos meses, cinco médicos com fortes inclinações para a medicina natural morreram misteriosamente ou foram mortos intencionalmente, e outros cinco desapareceram inexplicavelmente.
A maioria deles era da Flórida, EUA.
Os médicos de que estamos falando tinham uma coisa em comum: eles descobriram que a proteína nagalase estava presente em vacinas consideradas seguras para uso em seres humanos.
Nagalase é conhecida por impedir que seu corpo produza vitamina D.
A vitamina D é um nutriente muito importante para matar as células cancerosas naturalmente.
Nagalase é uma proteína.
Em crianças autistas esta proteína está presente em concentrações muito elevadas.
Não só isso: todo o tipo de célula cancerosa produz essa proteína.
Como se sente ao saber que isso está presente em vacinas que você já deve ter tomado?
Nagalase efetivamente desativa o sistema imunitário.
E também  está associada ao diabetes tipo 2.
E o que esses médicos que foram mortos tinham a ver com essa perigosa substância presente nas vacinas?
Tudo!
É que os resultados de uma investigação científica desses médicos haviam produzido provas de que as vacinas que estão sendo injetadas são, na verdade, a causa do súbito aumento nas taxas de câncer e também do aumento das taxas de autismo.
E muito provavelmente isso, segundo esses médicos, deve-se à proteína nagalase.
Os médicos que foram mortos na Flórida tinham trabalhado juntos e estavam se preparando para ir a público para divulgar o resultado de suas pesquisas.
Mas foi então que foram "calados"...
O dr Ted Broer concedeu uma entrevista sobre os médicos mortos.
Ele concedeu essa entrevista ao programa de rádio Hagmann & Hagmann) explicando os motivos da morte.
O Dr Broer chegou a dizer, na entrevista, a seguinte frase: "Eu estou me suicidando falando essas informações".
Ele estava supernervoso ao dizer essas informações publicamente.
Assista ao vídeo no qual ele nos conta sobre suas descobertas.
É um vídeo de 19 minutos, porém a informação mais importante é dita nos primeiros dez minutos.
Se você sabe inglês, vale apena assistir e escutar com atenção o que o médico/cientista americano disse.
Se não sabe ingles, ative as legendas, pois mesmo com a precária tradução automática dá para absorver alguma informação.

Neste outro vídeo, um repórter entrevista a ativista americana de medicina natural Erin Elizabeth.
Infelizmente, o vídeo não está traduzido, mas você também pode ativar as legendas para ver a tradução automática.
Erin Elizabeth tenta explicar o que pode ter ocorrido com os médicos mortos misteriosamente.
E você, qual a sua opinião?
O que pode ter ocorrido?
As mortes foram apenas coincidência?
Eles se suicidaram, como estão dizendo?
Ou foi algo planejado para impedir o que esses médicos queriam dizem a toda a sociedade?

Fonte

À espera de um Salvador

Há pessoas que esperam por um messias, um salvador, ou algum tipo de “guia” para que haja uma mudança. Outras esperam por eventos exteriores de magnitude elevada. Em ambos os casos, o que existe é apenas uma tola fantasia mental. Não existe um salvador senão aquele que vive em cada ser humano deste planeta. Somente nós podemos mudar o nosso mundo, assim como somente você pode mudar a si próprio.

O que vai mudar se o seu messias retornar amanhã?

Você começará a amar a todas as pessoas do mundo? Você começará a amar aquelas que não são de sua mesma filosofia/religião? Você será feliz instantaneamente? Você deixará de julgar as ações de terceiros? Você aceitará as diferenças?

O mundo não vai se tornar magicamente belo, pacífico e cheio de felicidade. Nada pode mudar o mundo a não ser os seres que nele habitam. E ninguém pode fazer por nós aquilo que é de nossa responsabilidade. Ninguém pode nos fazer amar uns aos outros, ninguém pode nos fazer deixar de nos importarmos com as diferenças, ninguém pode nos fazer felizes. Apenas nós temos esse poder.

As pessoas esperam por um salvador para acreditar numa mudança, porque pensam que não são capazes de mudar a si mesmas sem uma condição exterior. Inventam desculpas para não saírem da zona de conforto de suas fugas mentais.

Mas se um “salvador” vier, nada irá mudar. As contas ainda precisarão ser pagas; você ainda sentirá dores físicas; você ainda precisará ir ao banheiro; você ainda pagará impostos; você ainda precisará trabalhar; você ainda terá problemas conjugais; você ainda terá de conviver com as mesmas pessoas de antes. Nada irá mudar.
A mudança só pode acontecer individualmente no coração de cada um. Cabe a você aprender a amar outras pessoas, cabe a você aprender a aceitá-las como são, cabe a você encontrar a paz interior. Nada disso depende de outra pessoa senão de você.

Se você quer viver em mundo melhor, comece sendo uma pessoa melhor. Não espere por ninguém e por nada. Não espere por um mestre, um salvador ou uma nova era.

Faça acontecer agora!

Uma observação importante, não sou ateu, não me limito a nenhum tipo de rótulo, tenho minha visão particular sobre como as coisas funcionam e não pretendo impor ela a ninguém, por isso nem citei-a aqui. Portanto, por favor, não tomem esse post como um ataque a suas crenças. Não estou propondo que abandonem-nas. Tentem absorver a critica feita e aplica-la dentro do contexto da sua religião.

Gostaria de finalizar a reflexão com uma citação retirada de um seminário de Krishnamurti.

“Aqui está uma pergunta, uma pergunta fundamental: Seria a vida uma tortura?
O fato é que ela é como é; e o homem tem vivido nesta tortura séculos e séculos, desde a história antiga até os dias atuais, em agonia, em desespero, na tristeza; e ele não encontra uma maneira de sair disso. Portanto, ele inventa deuses, igrejas, todos os rituais, e todos esse absurdos, ou ele escapa de maneiras diferentes.
O que estamos tentando fazer, durante todas essas discussões aqui, é ver se não podemos trazer radicalmente uma transformação da mente, não aceitar as coisas como elas são, nem revoltar-se contra elas. Se revoltar não ajuda em nada. Você deve buscar entender isso, examinar essa questão, dar o seu coração e sua mente, com tudo o que você tem, para descobrir uma maneira de viver de uma forma diferente. Isso depende de você, e não de outra pessoa, porque nisso não há nenhum professor, nenhum aluno; não há um líder; não há guru; não há nenhum mestre, nenhum Salvador. Você mesmo é o professor e o aluno; Você é o mestre; você é o guru; você é o líder; VOCÊ É TUDO.
E entender isso é transformar o que é.“
— Jiddu Krishnamurti


A Saúde e os efeitos das emoções negativas


A conexão entre corpo e mente é muito poderosa e embora não possa ser vista, os efeitos que sua mente pode ter sobre seu corpo físico são profundos. Não há dúvidas que uma atitude mental positiva resultará em um estado físico e emocional saudável.

Pense naquele momento em que seu coração esteve acelerado com a antecipação, o medo ou aquele sentimento que faz seu estômago revirar – repare como o resultado dos pensamentos e emoções são imediatos no corpo físico.
Mapa mostra reações do corpo a cada emoção, cores quentes indicam aumento de atividade biológica e as cores frias representam a diminuição.
Seus pensamentos e sentimentos estão relacionados a diferentes enfermidades, quando você fica doente, seu corpo está alertando que a sua maneira de pensar (consciente ou inconsciente) e viver está fora de sincronia com o que é benéfico para o seu próprio ser. À primeira vista pode não fazer sentido porque nós fomos educados a desvincular as emoções, a olhar para fora de nós mesmos, mas essa é a maior verdade que podemos e devemos (re)aprender.

Através da enfermidade o seu corpo está pedindo para que você encontre equilíbrio e harmonia, observando a si mesmo e o ambiente que está vivendo, é um processo de aprendizagem e crescimento. Nossas emoções e experiências são essencialmente energia e elas podem ser armazenadas na memória celular.

O gráfico a seguir foi baseado no livro Cure seu Corpo de Louise Hay, nele é demonstrado como certos padrões de pensamentos e atitudes afetam nosso corpo (tradução logo abaixo):
Gráfico da dor emocional

Áreas da dor e prováveis causas:


Pescoço: Inflexibilidade, recusa em ver outros lados da questão; teimosia.

Ombros: Representa nossa habilidade em suportar experiências da vida de maneira alegre. Fazemos da vida um fardo através da atitude.

Coluna: Representa suportar a vida.

Superior: Falta de apoio emocional. Não se sentir amado ou reter amor.

Meio: Culpa. Sentindo-se preso ao passado. “Saia das minhas costas”.

Inferior: Medo de dinheiro. Falta de suporte financeiro.

Cotovelos: Representa mudança de direção e aceitação de novas experiências.

Punhos: Representa o movimento e a facilidade.

Quadril: Medo de tomar decisões maiores. Nada o faz movimentar-se.

Joelhos: Orgulho, teimosia e ego. Incapacidade de dobrar-se. Medo e inflexibilidade. Não deixar ir.

Tornozelo: Inflexibilidade e culpa. Tornozelos representam a capacidade de receber prazer.

Joanetes: Falta de alegria em viver experiências na vida.

Como funciona:

O que acontece em nosso corpo é reflexo do nosso mundo interno. É possível trazer à consciência e integrar a mente ao corpo quando se está atento à vida e presente em si mesmo. Sua mente e seu corpo estão conectados e fazem parte de um único sistema. Através de uma mente sã você gasta menos energia durante o dia e pode usar esta energia acumulada para construir a vida que ama. Encontre seu equilíbrio.

Outras ligações:


Artrite: Não se sentir amado. Crítica e ressentimento.

Fraturas: Rebelião contra autoridades.

Bursite: Raiva reprimida.

Inflamações: Medo. Pensamento negativo.

Dor na articulações: Representa mudanças na direção da vida e a facilidade desses movimentos.

Perda de peso: Pensamento disperso, não está centrado.

Dor ciática: Sendo hipócrita, medo do dinheiro ou do futuro.

Hérnica de disco: Indecisão, sentindo falta de apoio.

Torção: Não quer se mover em uma determinada direção da vida. Raiva e resistência.

Fraqueza: Necessidade de um descanso mental.

Comece a observar como você reage ao mundo, pois a sua própria perspectiva diante de uma situação tem o poder final sobre o seu corpo. Caberá a você escolher entre permanecer negativo através de pensamentos destrutivos ou ter uma atitude mental positiva e lidar diretamente com os desafios através de um estilo de vida saudável e equilibrado.