sexta-feira, 15 de setembro de 2017

A Batalha de Los Angeles

"Seriam os fatos mostrados em filmes de cinema sobre invasões alienígenas, simplesmente ficção?"

Foto publicada na capa de todos os jornais dos Estados Unidos com a notícia sobre a Batalha de Los Angeles, mostrando os holofotes dos militares apontando para os OVNI's.
Será que mesmo após tantos avistamentos de OVNI's e relatos sobre acontecimentos envolvendo visitantes de outros mundos, ainda existe dúvida de que isso é uma realidade em nosso mundo?"

O fantástico acontecimento descrito a seguir é sobre um fantástico contato com naves alienígenas, e que foi verídico!



Imagem (filtrada) do ponto central iluminado pelos holofotes no dia da Batalha de Los Angeles, mostrando um estranho objeto voador "OVNI" naquela posição.


Na noite de 24 de fevereiro de 1942, vários moradores de Los Angeles ficaram espantados quando viram estranhos objetos lvoadores uminosos pairando sobre os céus da cidade, o que provocou pânico e medo.

A histeria foi geral, e muitas ligações foram feitas para os serviços de emergência.
Pouco tempo depois a cidade de Los Angeles foi tomada por tropas militares, sendo que o comando geral ordenou que fosse efetuado um “apagão geral” na cidade, com o objetivo de tentar facilitar a localização e identificação dos misteriosos objetos voadores.

Segundo a Aeronáutica, os objetos se locomoviam a em torno de 300 km/h.
Em seguida, a Brigada de Artilharia da Marinha posicionou suas armas (canhões anti-aéreos cuja munição são cargas explosivas de 6kg) e começaram a meter chumbo grosso nos objetos.

Mais de 1400 tiros foram disparados, e apesar disso os objetos voadores não foram abatidos e nem tão pouco danificados.

Cinco pessoas morreram de ataques cardíacos durante o drama, e vários carros e prédios foram danificados pela munição anti-aérea que eventualmente caiu na cidade abaixo.

Manchete do "Los Angeles Examiner" comentando sobre a fantástica "Batalha Aéres em Los Angeles"
No dia seguinte as afirmações das autoridades foram conflitantes.

Alguns alegaram não ter havido nada, além de um “alarme falso provocado pelo nervosismo da guerra”, sem comentar nada sobre a identidade dos misteriosos objetivos voadores.


Outros falaram que eram balões japoneses, sem explicar como é que balões se movimentariam a 300 km por hora e não foram derrubados pela pesada artilharia anti-aérea disparada.

Após mais alguns comentários sem nexo, os militares decidiram que a desculpa oficial seria que os objetos eram aeronaves japonesas designadas para sobrevoar o céu de Los Angeles, com o objetivo de causar medo em solo americano e abaixar a moral do país.
Bom, sobre a parte de causar medo, eles acertaram. O que continuou não fazendo sentido é como é que os tais aviões sobreviveriam várias horas de bombardeamento pesado sem fazer manobras evasivas de qualquer tipo, permanecendo em suas posições.

Questionado sobre o incidente, eEm nota, o governo japonês negou qualquer tipo de envolvimento com o misterioso acontecimento ocorrido, e mantém sua posição até dos dias de hoje.

Esse incrível caso ficou registrado na história Ufológica mundial e suas repercussões foram tão grandes, que até foi feito um filme com base nesse fato, chamado de “A Batalha de Los Angeles”.



Será que após tantas "visitas" de OVNI's fotografadas e relatadas por testemunhas, eles não estariam já entre nós?

Fonte

Os Portais ocultos da Terra

Um portal é considerado um atalho, um guia, uma porta para o desconhecido.

Agora pesquisadores da NASA financiados pela Universidade de Iowa descobriram o que seria uma das maiores descobertas da humanidade.



"Nós os chamamos de pontos x ou regiões de difusão de elétrons," explica o físico de plasma Jack Scudder da Universidade de Iowa. "São lugares onde o campo magnético da Terra se conecta ao campo magnético do Sol, criando um caminho ininterrupto do nosso próprio planeta para a atmosfera do Sol a 93 milhões de milhas de distância." É um atalho digno dos melhores portais de ficção, só que desta vez os portais são reais. E com as novas "sinalizações" Nós sabemos como encontrá-los. No último par de décadas a ciência -ou melhor dito a ''ciência dominante'' tentou adaptar-se às numerosas alegações, recursos e características que foram anteriormente consideradas como inaceitáveis. Avanços e inúmeras descobertas alteraram a ciência como a conhecemos como nunca antes.



Enquanto muitos pesquisadores rejeitam as novas formas e novos conceitos, outros pesquisadores ao redor do mundo estão abraçando o fato de que, para que a ciência (em geral) para avançar e fazer avanços ainda maiores, devemos deixar de lado os dogmas rígidos definidos no lugar décadas atrás. A realidade é provada ser um conceito muito complexo que tem a capacidade de alterar a nossa percepção da vida, o nosso planeta, sistema solar, a física conhecida e a possibilidade de vida alienígena. Embora muitos desses assuntos têm sido parte de teorias da conspiração incontáveis, as pessoas na Terra têm vindo a frente com informações de uma maneira muito abrangente na última década, na nossa busca para compreender os segredos do universo.

"Portais escondidos'' no campo magnético de nosso planeta



Cientificamente falando, um buraco de minhoca é um recurso "hipotético" no espaço-tempo, que atua principalmente como uma espécie de um atalho através do universo. Este tem sido destaque em vários filmes de ficção científica e aceito como uma forma possível de viagens de seres extraterrestres avançados que a ciência tende a ser dividida em suas opiniões sobre este assunto.

Enquanto muitos acreditam que buracos de minhoca, portais e atalhos no cosmos seja mais provável que possível, os outros firmemente rejeitam essa noção, dizendo que é tudo parte da ficção científica . Curiosamente, a ficção científica tem feito inúmeras novas tecnologias uma possibilidade.

Coisas que foram consideradas como ficção científica há meio século são a realidade de hoje. Falando sobre portais, "É chamado de um evento de transferência de fluxo ou" FTE, ' ", diz o físico David Sibeck do Goddard Space Flight Center. "Dez anos atrás eu tinha certeza de que eles não existiam, mas agora a evidência é incontestável."



Um exemplo de como a ficção científica se transforma em uma possibilidade é essa descoberta da NASA no Campo magnético da Terra e como eles descobriram que há portais escondido lá. Na verdade, há certas áreas do campo magnético da Terras que está conectado com o campo magnético de nosso Sol, o que significa que este permita um caminho 'ininterrupto' que leva da Terra ao Sol, localizada a cerca de 93 milhas de distância.

A fim de tornar a descoberta, a NASA utilizou sua nave espacial Themis, que analisou o fenômeno. De acordo com a NASA os estranhos portais abrem e fechar várias vezes ao dia. Estranhamente, os caçadores de OVNIs têm reclamado há anos que o nosso Sol é parte de um ''StarGate'' gigantesco usado por "deuses" ou civilizações extraterrestres altamente avançadas para viajar por todo o universo rapidamente. Segundo a pesquisa, os portais descobertos pela NASA estão localizados principalmente dezenas de milhares de quilômetros da Terra, e alguns deles são pequenos, enquanto outros gigantescos, vastos e sustentados.



Segundo os cientistas, estes portais transferem enormes quantidades de partículas magneticamente carregadas que se originam no sol. Há muitas perguntas sem resposta: Por que os portais se formam a cada 8 minutos? Entre outras perguntas.. ''Portais magnéticos são invisíveis, instáveis e fugaz. Eles abrem e fecham sem aviso, e não há sinalização para orientar isso'' Concluiu - Dr. Scudder, University of Iowa.

Fonte

Como identificar e liberar energias intrusas


Falar de larvas astrais parece um pouco fantasioso, mas não é. Cada vez que somos acometidos por uma doença, um acidente, distúrbios em nosso ambiente, há na maioria dos casos a incidência de uma larva astral atuando e prejudicando a nossa energia, a nossa mente ou o nosso ambiente.

Larvas astrais afetam o nosso corpo estrutural, mental, emocional e espiritual, como todos os nossos níveis conscienciais. Nenhum corpo é afetado sem o outro, porque tudo está conectado.
Animais, plantas e objetos também têm campo magnético ou aura, sendo que eles também podem ser afetados.
Até a nossa aura pode ser perfurada e ficar sem acesso para a alma, e a aura sempre é perfurada a partir de dentro, através da resposta de medo, ou o desejo de ir ao encontro da entidade agressora para se defender, o que nos leva a entrar em freqüência de baixa vibração.

A nossa casa é a nossa fortaleza. Quando em casa tudo correr bem, nos sentimos muito confortáveis no ambiente. Mas quando não nos sentimos confortáveis nele, e não descobrimos a causa do mal-estar, medo, pesadelos, a causa de tudo isso pode ser a presença as entidades astrais no ambiente. As casas e locais onde habitamos têm a capacidade de "lembrar" os pensamentos e sentimentos de seus habitantes.

Há "parasitas astrais" que se aderem ao nosso corpo, em especial, ao nosso duplo etérico e ao corpo astral se alimentando da nossa energia vital.
Se a aura de qualquer órgão humano (coração, fígado, pulmões) privá-lo de sua energia habitual pode levar à doença.

Além disso, em contraste com os vírus de "terra" é capaz de chamar não só a doença física, mas também mental. Em geral, nós não sentimos isso diretamente.
Você pode senti-lo indiretamente: Uma inquietação inexplicável, opressão, sono agitado - às vezes com a desagradável sensação de peso no peito, como se alguém se lançasse acima. Com o passar do tempo, incide baixa capacidade de trabalho, a condição pessoal se deteriora, os ataques inexplicáveis ocorrem com freqüência e doenças misteriosas se manifestam no físico sem diagnóstico preciso.

Há infecções ocultas de origem astral as quais os médicos não conseguem encontrar qualquer causa específica, um dos casos é a "síndrome da fadiga crônica".

Certas condições do estado nervoso, emoções dolorosas, pensamentos imprudentes também têm o poder de criar criaturas astrais correspondentes as quais denominamos de elementais negativos. A nossa energia pode atrair focos de energias estranha a nível invisível, o que pode se agregar em nosso corpo e em nosso ambiente. Se, entretanto, "são registrados" constantemente em casa emoções positivas - apenas forasteiros do bem reforçarão a atmosfera favorável.

Quaisquer formas-pensamento em nosso campo energético podem ser dissolvidas pela atuação de energia positiva. Ao "recarregar" o nosso campo energético ou de nosso ambiente, gradualmente enfraquece, derrete, tornando-se a névoa cinza sem forma, e morre, uma vez que os elementais são seres mortais e não têm alma. Todos os elementais negativos são vampiros energéticos.

Elementais negativos e larvas astrais gostam de lugares cheios de coisas, especialmente os cantos, onde há meses acumula poeira e detritos: não recebendo o fornecimento de energia. Lá elas fazem o seu "ninho". De lá, afetam toda a atmosfera psicológica da casa, (tornando-se particularmente agressivas "durante incursões noturnas").

A conclusão é clara: é necessário regularmente livrar-se do lixo e poeira, principalmente em locais de difícil acesso.
Existe outro tipo de parasitas invisíveis. São substâncias astrais inferiores - algo como "o molde astral" que se alimenta de decomposição de energia em estado de putrefação, pratos sujos, mesmo as sobras, que deixaram podem atrair substâncias astrais ruins.

Parece estranho, mas a mesa de jantar é um dos lugares de energia mais "suja". As pessoas que se reúnem em torno dela carregam diferentes pensamentos e em conjunto com os vestígios de comida atraem substâncias astrais ruins.
Você pode atrair substâncias astrais inadvertidamente na sua casa. Deve ter cuidado com pessoas estranhas que entram na sua casa, em especial no seu quarto, e que possam fazer uso de roupas de cama, pois se trata de radiação desconhecida. Pela mesma razão, aconselha-se a não andar pela casa com sapatos que se usa frequentemente na rua.

Algumas práticas podem auxiliar na limpeza do campo energético do nosso ambiente. Assim, antigamente todas as pessoas acreditavam que o som de metal funcionava purificando o corpo da pessoa e da natureza que a rodeiava. Os sinos de todos os tipos, sinos e chocalhos sempre serviram como um meio para afugentar os maus espíritos e as substâncias ruins. Mas, de qualquer modo, uma limpeza energética de ambiente é sempre recomendada.
Mesmo na Grécia antiga, durante os mistérios, sacerdotes batiam em vidros metálicos. Você podia ouvir o sinal sonoro não apenas durante os feriados, funerais ou tempestades, mas durante as epidemias. A ciência moderna confirmou a sabedoria dos nossos antepassados. Foi detectada a ação de desinfecção do curso.

Um excelente efeito de limpeza é obtido, até prova em contrário, pelo fogo da vela. Este fogo não só dá o calor, mas também enobrece a atmosfera. Uma chama aberta é algo místico.
Por essa razão, há afirmação que a chama pertence simultaneamente a dois mundos, o físico e o mundo astral, influenciando a nossa mentalidade. A chama de uma vela ou fogo purifica tudo.

Nenhum método de limpeza ajuda por muito tempo, se a casa continua a reinar na atmosfera de lutas, malícias, ofensas, vícios de drogas e bebidas.

Larvas e irmãos desencarnados causam desconforto na pessoa e no ambiente, fomentando, em muitos casos, sentimentos semelhantes no caso de desencarnado, que incluem sentimentos de mágoa e tudo relacionado à maneira como morreu. Isto é o que fomenta, por exemplo, o desejo da pessoa se matar (se o desencarnado morreu dessa forma), tomar drogas, consumo excessivo de álcool, bem como outros maus hábitos. Por que isso? Pela simples razão de que o desencarnado se alimenta da energia emitida por sua vítima.
A energia desencarnada ou larva não tem muitas opções, uma vez que é travada entre dimensões e tudo o que você pode fazer é "comer" o que você encontra no seu ambiente, neste caso, ser humano, animais e qualquer outra forma de vida.

O ideal para ajudar é através do amor incondicional e apoio do Arcanjo Miguel, para que a larva ou desencarnado possam deixar este planeta e sejam encaminhados ao próximo nível de evolução. Isto pode ser feito através de um cerimonial espiritual, de uma limpeza de ambientes onde se poderá trabalhar através do amor incondicional por eles.

Você pode começar através de uma conversa com as larvas ou desencarnados, onde são encorajados e convencidos a se retirarem da aura da pessoa em causa ou do ambiente. Normalmente, a larva concorda desde que lhe seja prometido e cumprido de elevar seu campo dimensional. Isto é feito através da cura multidimensional.

Recomenda-se também orações de proteção e meditação. Expressar também o amor incondicional à larva ou desencarnado, mesmo estando sendo afetado energeticamente por eles. Eles não têm a intenção de prejudicá-los ou perturbá-los na maioria das vezes. Só precisam de ajuda para voltar para seus locais de origem. É de vital importância o perdão da pessoa afetada para que possa se libertar.

Algumas pessoas preferem usar velas, água benta, tocha e flores durante o ritual de limpeza. Nunca se deve ofender ou usar palavras contra a larva ou desencarnados. Se você usar a força para afastar larvas e desencarnados da sua casa, eles vão sair, mas dias ou semanas mais tarde voltarão e entrarão para a guerra, porque se sentiram atacados. Lembre-se: você deve sempre fazer isso com amor incondicional.

É bom salientar que a ascensão não é apenas para humanos. É também para aqueles que foram apanhados entre as dimensões, uma vez que são os nossos antepassados e também eventualmente nossos animais de estimação, pois eles também permanecem presos.

Por Maiana Lena

Fonte

sábado, 9 de setembro de 2017

A China e a dominação do Ocidente, com ajuda dos Extraterrestres

Presidente chinês, Xi Jinping
A superpotência oriental da China tem trabalhado com alienígenas que possuem bases na Terra, os quais a têm ajudado desenvolver uma vantagem tecnológica sobre os EUA e o resto do mundo ocidental, de acordo com o editor de uma revista internacional.

Duncan Roads, editor da fonte de notícias alternativas Nexus Magazine, fez a afirmação chocante no editorial da última edição.

Ele disse ter sido convidado a dar sua perspectiva sobre eventos globais atuais.

Ele declarou:

No oriente, uma nova potência está emergindo. Os chineses têm a “vantagem” sobre ocidente, com uma relação tecnológica com ETs

A China demonstrou sua superioridade aos líderes relevantes do ocidente, e tudo o que resta é que a transição aconteça. Isso é o que está acontecendo agora.


Muitos teóricos da conspiração afirmam que os alienígenas vivem secretamente na Terra há anos e trabalham com governos mundiais.

De acordo com as teorias, isto é mantido escondido do público devido ao medo que o conhecimento público teria sobre a religião e o estado de direito.

Roads acredita que os alienígenas que trabalham com os líderes chineses deram-lhes mais atualizações tecnológicas do que os que trabalham com o ocidente.

Ele disse que o ocidente sabia que o seu tempo havia acabado e estava desesperado por manter o controle do petróleo no Oriente Médio para salvar o “petrodólar”.

Roads também parece acreditar em uma teoria da conspiração Illuminati, de que as sociedades secretas geridas por seres do espaço exterior realmente puxam as cordas do governo global por detrás dos bastidores.

Duncan Roads em uma conferência Nexus.
Ele escreveu:

De um lado, existem muitas famílias enraizadas, de mesma linha sanguínea, com seus sistemas de inteligência, bancário, de fabricação de armas e impérios da mídia.

Estes tipicamente manipulam e controlam as ações internacionais de votação e militares dos EUA, Reino Unido, Austrália, Nova Zelândia, Canadá, Dinamarca, Noruega, Japão e Coréia do Sul.

Do outro lado, a China está atuando como o ponto de encontro para os países descontentes, o que provavelmente incluirá a Rússia, a Malásia e uma série de outras nações asiáticas, sul-americanas e africanas.


Mas, em última análise, a China e a Rússia não governarão o grupo, disse ele.

Roads está convencido de que os seres humanos são uma raça híbrida criada por alienígenas superiores que nos visitaram há milhares de anos.

Ele sugere no seu editorial que não somos nada mais do que um “gado” para servir os propósitos de nossos criadores alienígenas.

Ele disse:

Para entender o futuro da humanidade, é preciso entender o nosso passado e a razão da nossa existência.

Os seres humanos são uma forma de vida híbrida modificada, criada por uma raça ou raças de “não humanos”.

Fomos modificados por uma variedade de razões, todas as quais serviram os propósitos das civilizações não-humanas.


No entanto, ele afirmou que os criadores estavam prestes a fazer algo que, esperançosamente, traria a paz em todo o mundo.

Ele acrescentou:

A humanidade está sendo “atualizada” por aqueles que nos criaram ou nos modificaram em primeiro lugar.

Eu só espero que o resultado final desejado seja uma civilização global que fale com uma só voz em nome da Terra e da humanidade, e que reconheça e respeite a soberania dos seus vizinhos no espaço e em outras dimensões.


Embora muitas pessoas apoiem essas teorias de conspiração, nunca houve nenhuma evidência conclusiva para apoiá-las.

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Evangelizar = Matar

Por Ana Burke
O sistema religioso é imprescindível para os governos como método de controle da população tornando-a mais obediente, conformada, subserviente, cativa e maleável, enfim, em países onde os governos são corruptos e a injustiça social predomina, a religião tem a função de convencer as pessoas que o sofrimento e as diferenças entre ricos e pobres é a vontade e desejo de Deus. As igrejas estão em toda parte, muitas numa mesma rua enquanto em algumas cidades, nem mesmo um hospital existe e um único posto de saúde funciona muito mal e não consegue atender com eficiência a todos que precisam do básico para diminuir o seu sofrimento. Religiões usam de métodos eficientes de controle mental de forma que pessoas que frequentam os seus templos em criança nunca mais serão pessoas livres. Isto pode se perceber em pessoas que se tornaram ateístas após ter pertencido ou criado frequentando igrejas. Nunca mais a sua mente volta ao normal e, mesmo sabendo que não existe a divindade ofertadas às pessoas crentes, inconscientemente e independente da sua vontade chamam por Deus em algum momento. Inácio de Loyola disse aos Jesuítas: Não adianta matar o corpo, usar a fogueira! O melhor método é aquele que pode controlar as suas mentes de tal forma que nunca mais em suas vidas ficarão livres. O pulo do gato é inculcar as crenças nas mentes das pessoas enquanto ainda são crianças e atraem crianças com historinhas mentirosas fazendo-as repetir constantemente orações que contenham os dogmas da religião. Nunca mais tais coisas sairão das suas mentes e passarão a ser fiéis ao sistema por toda a sua vida. Os servos são necessários e também é necessário que nunca saibam que são servos.
Um dos primeiros ensinamentos inculcados como sendo normal é que são, e serão, julgados pelo seu Deus e, devido a isto, julgar ou condenar é uma das primeiras coisas que aprendem: Julgam aqueles que frequentam outras igrejas ou religiões mesmo que o deus seja o mesmo; julgam pessoas que não seguem deuses diferentes impondo a sua religião a estas pessoas na força como é o caso dos indígenas, seguidores dos candomblés e umbanda; Julgam pejorativamente homossexuais e os tratam como se eles fossem o lixo da humanidade; julgam os ateus e agnósticos e os tratam como se estes fossem o próprio Satanás; julgam que a sua religião ou fé é a única verdadeira e as outras são do diabo…E agora me diz: Onde existe moralidade nisto? O seu deus estimula a roubar terras e propriedades alheias, expulsar e matar os habitantes destas propriedades e tomá-las para si. É o caso de Israel que chegou e disse aos palestinos…esta não é mais a sua terra e decidimos que é nossa a partir de agora. Resultado: Israel agora é dono de 90% das terras dos palestinos que foram expulsos, massacrados e o restante deles está lá sewm o direito a uma vida livre, presos entre muros. Deus manda e apoia este tipo de coisas. Imagine alguém chegar na sua casa e dizer pra você: Esta não é mais a sua casa, deem o fora quietinhos ou todos vocês serão mortos…Ah! e não levem nada, saiam com a roupa do corpo.  Todas as propriedades desta cidade agora nos pertencem. Foi e está sendo isto o que está ocorrendo há anos com os palestino que vivem em constante terror. Não importa não é? As outras pessoas não importam, afinal o seu deus é o deus de Israel, é o deus dos exércitos, da guerra e da carnificina. Ele gosta de sacrifícios humanos. O que importa os palestinos? Estão sofrendo longe dos seus olhos e então, eles não existem. Os judeus são melhores e estão certos, afinal, eles são os seus amos e senhores. Eu não vou ver mas eu gostaria de ver quando for a sua vez de sair da sua casa com os seus filhos pequenos e só com a roupa do corpo. Este é o preço a pagar pela desinformação e comodismo.
As crianças, quando começam a frequentar a igreja já dão de cara com um homem sangrando e pregado numa cruz. Para uma criança isto é a condenação. Elas aprendem que já nasceram pecadoras, culpadas e responsáveis pela morte do homem pregado na cruz. Elas são convencidas de que devem sofrer caladas todos os martírios que aquele homem sofreu e devem carregar a sua cruz pelo resto das suas vidas. Elas devem aceitar ser sacrificadas da mesma forma ou de uma maneira mais sofrível como foi o caso de Pedro que pediu para ser crucificado de cabeça para baixo. Viver feliz, livre e satisfeito é proibido, é pecado e são tantos os pecados que jogam em suas costas que as pessoas diminuem de tamanho passando a andar curvadas pelo medo injetado nelas em cometer um daqueles pecados. E para inculcar de forma mais eficiente os dogmas cristãos em suas mentes espalham o ser crucificado por todos os lugares e repartições públicas para que as pessoas sempre se lembrem e nunca se esqueçam: Foi por você!
Outra coisa que aprendem a fazer com maestria é a olhar para o próprio umbigo e a condenar outras pessoas, principalmente aquelas que não sofreram tais adestramentos. Deus julga e elas, seguindo o exemplo ensinado e repetido nas igrejas também julgam…e mentem.  Aprendem que são as escolhidas e, portanto, superiores aos outros que não estão inseridos na sua religião ou não compartilham da mesma crença. julgam e condenam e é fácil perceber que muitos não crentes tem medo de dizer a verdade e inventam um deus que não exige que se frequente igrejas. Dizer a verdade é ser discriminado, massacrado ou repelido pela sociedade e até por familiares. É necessário ter um deus e muitos, para escapar das perseguições dizem: Eu sou católico não praticante ou, eu sou de uma outra religião mas não frequento a igreja. Isto não existe.
Os pais ignoram tudo o que poderia macular ou manchar a reputação dos seus doutrinadores ou da sua religião. Todas as barbaridades aconteceram no passado…não vão acontecer mais e, neste momento todos são santos. Mas e aquelas crianças que são abusadas por padres, pastores e por pessoas apoiadas pelos anciãos das Testemunhas de Jeová? Isto é um plano de Deus e não podemos interferir nos desígnios de Deus! É a vontade de Deus e ninguém deve discutir a justiça divina!. Se não acontece conosco é porque somos abençoados. Os outros que se danem. Mas! E aquelas crianças que os pastores e padres chamam de bruxas na África, fazem com que os pais abandonem os seus filhos ou deixam que seus filhos sejam perseguidos ou mortos por não ter dinheiro para pagar o padre ou o pastor para “limpar” as crianças? Eles são falsos profetas, dizem. O nosso profeta não faz isso! Ele é um verdadeiro profeta e a nossa religião é a certa…Enfim, os próprios pais fazem lavagem cerebral na cabeça de crianças e ensinam a eles todas as maldades que aprenderam de seus profetas justificando as insanidades cometidas pelo seu deus. Cada um só pensa em si mesmo. Abandonam os filhos mas não abandonam a sua igreja, a sua crença ou a sua religião.

Está mais do que provado que religiões nunca fizeram nenhum bem à humanidade. Separa as pessoas, as qualificam, constrói fanáticos, deteriora a mente, matou mais pessoas do que todas as guerras juntas, invadem espaços e destrói outras culturas, perseguem inocentes, estimulam a violência, perpetuam os crimes, se inserem na política e ditam normas de conduta, promovem a desigualdade social, tratam as mulheres como sendo seres inferiores e indignos, etc…
Os adultos religiosos se comportam na sua crença como uma criança que espera um presente ou um castigo do Papai Noel no Natal. A criança que acredita em Papai Noel é feliz na sua crença e se alguém disser a ela que o seu pai, a sua mãe, os seus avós, os seus tios, enfim, todos estão mentindo pra ela, este alguém será, com certeza, seu inimigo e se ela tivesse condição pra isto, mataria a pessoa em questão com o seu ódio. Ela foi ensinada desde que nasceu a amar a sua ilusão. Ela espera o ano inteiro ser premiada por bom comportamento ou castigada por mau comportamento. Com os adultos religiosos é pior porque esperam pela recompensa ou castigo que só virá depois da morte. Nenhum religioso acredita que será castigado…os castigados serão os outros e podem ser até os seus próprios filhos…não importa. Assim como não importa às crianças se outras crianças não receberam o presente esperado. Se foram castigadas foi porque mereceram. Deus é o Papai Noel de adultos e crianças religiosas. Papai Noel é um pai e Deus é um pai. A única diferença é que a criança terá ou não um presente real, não do Papai Noel porque sabemos que ele não existe e, quanto aos adultos, receberão um presente irreal, imaginário, não de Deus porque Deus, assim como o Papai Noel, não existem.
Assim como a criança que acredita em Papai Noel, acredita também que seus pais jamais mentiriam pra ela, da mesma forma é um religioso. Ele jamais acreditaria que o seu “pastor” mente pra ele(a) ou que é uma pessoa falsa e hipócrita que só visa dinheiro. Papai Noel vai premiar a criança se a mesma foi obediente o ano inteiro e Deus vai premiar o seu seguidor se ele for obediente a vida inteira e seguir todas as regras impostas e que devem ser seguidas.
As crianças aceitam a chantagem dos pais com muita naturalidade e o religioso aceita a chantagem que fazem com ele e sua família pelos representantes do seu deus, também, com muita naturalidade. Os espertos e inteligentes eram queimados na fogueira pela “Santa”Inquisição na Idade Média – Não digo “idade das trevas” porque ainda estamos nas trevas – E temos então, em consequência desta mentirada toda, um mundo cheio de humanos hipócritas, chantagistas, tolos e…doentes. Pode alguém que passa a vida olhando para uma cruz com um morto pendurado nela sangrando e sendo torturado ser saudável? Pode alguém que bebe o sangue e come a carne deste morto ser saudável? Pode alguém que carrega o símbolo da tortura e da morte, a cruz, ter uma mente saudável? Pode uma pessoa que passa a vida com medo e aceita ser subjugada por este medo ser saudável? As pessoas são obrigadas a crer, a ter uma religião…por que será? O que é obrigatório desrespeita o livre pensamento e a livre decisão. Se você não crê será condenado: “Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado”. Marcos 16:16
 Os índios tinham como deus a floresta, as árvores, os animais, o sol e devido à sua crença eles protegiam a floresta, os animais e toda a natureza diante deles. Chegaram os cristãos e disseram à eles que o deus deles é Satanás, disseram a eles que o deus deles é do mal e que só o deus dos cristãos é verdadeiro. Deram a eles a bíblia, inculcaram besteiras em sua mente e a floresta deixou de ter importância para aqueles que foram doutrinados.

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Profeta revela que o próximo dia 27 de Setembro é o grande dia da ira de Deus!

Uma das sete maravilhas do mundo antigo, a grande pirâmide de Gizá permaneceu uma anomalia perplexa na superfície da Terra e ao longo da história. 
David Meade, um numerologista cristão autodidacta, afirma ter descoberto um código oculto dentro de Gizé, essa Grande Pirâmide, que indica o potencial que o mundo acabará em setembro de 2017. 


Giza também pode ser um símbolo de uma nova era de algum tipo, em vez de um mapa preciso que indique uma data, lugar, hora ou qualquer combinação desses, quanto aos acontecimentos desta (supostamente) colisão iminente. Sim, está certo: uma colisão. O Planeta X, o planeta que tem a hipótese de estar à beira do sistema solar, e também chamado Nibiru , também era conhecido pelos babilônios e sumérios desses períodos de tempo. Nibiru completa sua órbita do sol a cada 3.600 anos, de acordo com seus cálculos. A próxima conclusão cai em 23 de setembro de 2017, que também é a data mostrada no código de Giza. O livro de Apocalipse 12 e Gizé atestam o significado desta época entre 20 de setembro e 23 de setembro de 2017. 

Meade argumenta que também pode ser um marcador para o fim da Idade da Igreja e a introdução à Era Messiânica, o Dia Do Senhor. Meade continua ainda mais: "Então, vamos rever os fatos: foi construído há cinco milênios, por alguém que possuía um nível de conhecimento supernaturalmente alto. Nunca encontramos corpos, tesouros ou hieróglifos na pirâmide. 

É um marcador de data para este outono [Outono] - 2017. Por que alguém há mais de 5.000 anos construirá tal estrutura com talvez apenas um propósito - para nos levar a uma data este ano e neste outono?" Não parece coincidência que os testamentos de longa data da estrutura e das Escrituras também transmitisse tal precisão, portanto, por que é difícil não tirar conclusões e fazer previsões sobre o futuro deste planeta no vasto esquema da atividade cósmica infinita. Jim Green, diretor da Divisão de Ciência Planetária da NASA, ainda não está convencido. "A possibilidade de um novo planeta é certamente uma pessoa excitante para mim como um cientista planetário e para todos nós", comenta. "Isso não é, no entanto, a detecção ou descoberta de um novo planeta. 
É muito cedo para dizer com certeza que existe um chamado Planeta X." Há uma coisa certa, que a Terra continuou em rotação, apesar das reivindicações garantidas de outras datas e previsões do passado do mundo. Contudo, o número crescente de terremotos, poços e outras catástrofes naturais (algumas, anomalias diretas) parecem menos como incidências isoladas. 
Será que de fato ele está ligando uma coisa com a outra de forma aleatória? Ou estamos vivendo os nossos últimos dias na terra?

Você decide!



Fonte: Sempre Questione

sábado, 12 de agosto de 2017

O Livro das Sombras

Esse é o nome dado pelas bruxas contemporâneas para o livro no qual são descritos seus rituais, invocações e encantos. Não é um termo antigo surgido na Inquisição, como é erroneamente dito por aí, visto que a maioria das pessoas nesta época era analfabeta, sendo impossível manter um livro escrito à mão. O termo "Livro das Sombras", vem do termo inglês Book Of Shadows e é muito comum você ler esse segundo termo em muitos livros e sites (ou sua abreviação: BOS). Todo coven - e toda(o) bruxa(o) solitária(o) - deve ter o seu Livro, pois é quase que uma base de todo o seu trabalho ritualístico. Tudo o que se refere à Wicca e à Bruxaria pode ser incluído nele. Não se trata de um livro antigo ou famoso, apesar de muitos terem essa impressão. Não existe "um" Livro das Sombras; cada bruxa ou coven tem o seu, tradicionalmente escrito à mão. Esse trabalho escrito é chamado de "livro das sombras" porque seu conteúdo só pode ser a sombra das realidades deste mundo. Nele, você irá escrever todos os seus feitiços, rituais, correspondências, invocações, cânticos e o que mais for necessário para a realização dos rituais. Muitas bruxas e bruxos gostam de ter mais outros dois livros: um para ser usado como diário de sua vida mágica, anotando desde sonhos até pensamentos sobre a religião, e outro para anotar informações históricas, dados sobre o Paganismo etc. Acredito que este seja um modo bastante interessante de se trabalhar.
O Livro das Sombras tem tradicionalmente a capa preta com o pentagrama cravado na capa, mas você pode cravar outros símbolos e até mesmo utilizar outras cores como verde, marrom, azul marinho. Tente se concentrar em cores e materiais naturais. Uma antiga regra dos covens era que, quando alguém morria, seu livro deveria ser queimado. A razão principal era poupar os familiares da bruxa, pois a descoberta de tal livro poderia deixar-lhes em uma situação difícil, especialmente em famílias onde o culto era passado de geração para geração.

Dúvidas sobre o Livro das Sombras
Minha mãe nem "sonha" que eu pratico Bruxaria. Meu B.O.S. fica escondido na casa do meu vizinho. Tem problema? (enviada por e-mail) 

Se ele for bruxo e vocês praticarem juntos, não há o menor problema. Os covens têm seus próprios livros e eles ficam em poder de um só membro do grupo, designado com tal função. Se o seu amigo não for praticante, não é aconselhável.
É errado eu colocar pedras na capa do meu B.O.S. para que as energias das pedras vão para o livro?
Não, muitos praticantes colocam não só pedras como folhas, flores, penas, pêlos etc.
Ainda não sou iniciada(o). Posso ter meu Livro das Sombras?
Deve. Como você viu acima, ele é basicamente um registro de suas atividades na Arte. Sendo assim, é de extrema importância que você crie este vínculo desde o começo, organizando seus pensamentos escrevendo em um livro/caderno/fichário. Você verá rapidamente como seu Livro será um grande aliado, especialmente no começo.
Posso levar o Livro das Sombras para dentro do círculo e utilizá-lo nos rituais?
Não só pode como a prática é bastante comum. Nada mais chato do que precisar de algo que está escrito no seu livro e, quando perceber, ele está super longe e você precisa desmanchar o círculo, quebrando o clima. No entanto, procure não ler nos rituais. A espontaneidade sempre será a melhor pedida.

Livro das Sombras: O que escrever

somb34

Saudações! Uma das dúvidas da maioria dos iniciantes é a respeito do Livro das Sombras. Muitos não sabem por onde começar, o que escrever, como proceder, como fazer o Livro, enfim, inúmeras dúvidas que surgem no momento de fazer seu Livro das Sombras (ou Book of Shadows, no original em inglês). Por causa destas dúvidas, decidi fazer esta postagem a fim de esclarecer alguns quesitos e também desmistificar, porque escrever no Livro das Sombras não é tão difícil quanto parece.
As principais dúvidas são:

1- Comprar pronto ou fazer o próprio Livro?
2- O que escrever primeiro? E depois?
3- E quando o Livro estiver cheio, posso fazer outro?
4- Posso fazer meu Livro no computador?
Com base nestas e outras dúvidas, vamos lá!

1- Comprar pronto ou fazer o próprio Livro das Sombras?
Tanto faz. Você é quem decide. Afinal de contas, existe o ritual de consagração de instrumentos mágicos, que obviamente serve para o Livro das Sombras, então não há problema em comprar um prontinho ou confeccionar. É claro que, se você confeccionar o seu próprio Livro, ele vai ter o seu toque pessoal, vai ter sua energia e será do jeito que você desejar. Porém, existem muitos artesãos que fazem Livros das Sombras belíssimos e que estão disponíveis para venda na internet. Mas não é obrigatório ser “aquele” Livro das Sombras, todo enfeitado, como sempre vemos em postagens por aí. O que vale é o poder que ele terá, portanto, não importa que seja um simples caderno, uma agenda, uma pasta, um fichário, etc. O que importa é que ele é seu e será usado com o propósito mágico. De que adianta ter aquele Livro das Sombras todo chique se você nem sabe como utilizá-lo? Então, saiba que a simplicidade faz parte desta escolha.

2- O que escrever primeiro? E depois?
Pois é, esta é uma pergunta constante, porém, a resposta é mais simples do que você imagina. O Livro das Sombras é como um diário dos bruxos. Nele, você anota tudo o que é relacionado às suas práticas mágicas e o que aprendeu.

Mas como assim? Tudo o quê?
Veja bem, quando você faz a sua auto dedicação e se compromete a estudar a religião Wicca e a Bruxaria, você aprende inúmeras coisas, pois não é simplesmente praticar a magia, é necessário saber o seu significado, suas origens, por que, quando, onde, como, etc. O Livro das Sombras serve para ser consultado em caso de alguma dúvida, pois obviamente, não existe a necessidade de memorizar tudo o que se lê, claro né, se todos memorizassem tudo, não existiriam agendas, diários nem computadores.
Então, vamos por partes:

TERMO DE ABERTURA
Na 1ª página em branco, escreva de próprio punho com qualquer caneta, lápis ou canetinha. Algumas pessoas já me perguntaram sobre uma caneta especial para escrever no Livro das Sombras, que alguém de não sei onde disse que é obrigatório, ora, isto não existe, o que você tiver à mão é o que você vai utilizar. Vai da sua preferência.
Nesta 1ª folha você vai escrever seu nome e as palavras de consagração do Livro, mas não escreva nada copiado, escreva o que vier à sua mente, pois a consagração é sua, o Livro é seu, particular e intransferível. Ah, não se esqueça de fazer isto em uma noite de Lua Nova ou Cheia, após as 18hs, basta jogar sal grosso em volta do lugar onde você está com o Livro, acender uma vela branca e um incenso de mirra ou sândalo. Vou dar um exemplo de algo para escrever para que você tenha uma noção:
“Eu, (seu nome), consagro este Livro das Sombras à Deusa e ao Deus, pois aqui estará toda a magia que utilizarei em honra a eles. Deixo registrado aqui todo o poder, respeito, adoração, consagração e dedicação. Pelo poder da Deusa Mãe e do Deus Pai, pela Lei Tríplice, pela Terra, Fogo, Água, Ar e Espírito, que a partir deste momento fica registrado o laço entre nós e o meu compromisso com as divindades. Que assim seja e assim se faça!”
Após anotar estas palavras, leia-as em voz alta e depois levante o Livro e erga-o para os 4 quadrantes: Norte, Sul, Leste e Oeste. Ao passar por cada quadrante diga: “Peço à Deusa e ao Deus que abençoem este Livro das Sombras e me guiem no caminho sagrado da magia.”
Deixe a vela e o incenso queimarem até o fim, pegue as sobras e enterre. Obs.: Não é necessário que você permaneça no local até a vela terminar, mas tenha o cuidado de não deixar a vela em algum lugar que possa causar acidentes. Após anotar a consagração da 1ª página e finalizar o ritual, seu Livro das Sombras está pronto para ser usado. (Sei que algumas pessoas já fizeram ou já compraram seu Livro das Sombras. Mesmo que você já tenha feito e já escrito algo, não há problema, basta consagrar ok?)

INTRODUÇÃO
Vá até a página seguinte do seu Livro e comece escrevendo com suas palavras, em forma de diário, como você se encontrou na Wicca. Por exemplo:
Conheci a religião Wicca através de um amigo e me identifiquei, por isto decidi segui-la.” Etc, etc, etc. Anote o que vier à mente, pois é a sua intuição que vai te guiar. Imagine daqui a 10 anos, quando você voltar lá no comecinho do Livro e ler as coisas pessoais e sentimentos que você sentia nesta época. Será uma sensação ótima, portanto, escreva de coração. Caso queira enfeitá-lo fazendo desenhos, colando figuras, folhas, símbolos ou coisas que lhe agradam, fique à vontade.
Após preencher 1, 2 ou quantas folhas desejar, vá para o passo seguinte: os estudos. Veja a quantidade de folhas que ainda resta no seu Livro das Sombras e divida-o em 3 partes iguais, com as mesmas quantidades de folhas.

PRIMEIRA PARTE
Anote em cada folha as coisas básicas da religião, pois você precisará consultá-las sempre que necessitar. Separe uma folha para cada tópico. Vamos à listinha básica? 
O que é Wicca? Introdução, dogmas, a Deusa, o Deus, etc.
Éticas e leis wiccans: a Lei Tríplice, as 13 Metas, etc.
A Pirâmide dos bruxos.
A Roda do Ano: datas de cada Sabbath e um resuminho do que significam.
Os Esbbats: um breve resumo do que se trata e se você desejar deixe um espaço para que possa acrescentar o calendário lunar do ano civil em que estamos.
Incensos e suas utilidades. Não precisa ser todos, coloque os que você usa mais e com o tempo poderá aumentar a listinha.
Ervas e suas utilidades. Não precisa ser todas, coloque as que você usa mais e com o tempo poderá aumentar a listinha.
Cristais e suas utilidades. Não precisa ser todos, coloque os que você usa mais e com o tempo poderá aumentar a listinha.
Após anotar tudo isto, a primeira parte do seu Livro das Sombras estará pronta, pois nela você terá o básico da religião. Deixe mais folhas em branco, pois com certeza você precisará anotar mais coisas posteriormente, como tabelas planetárias, magia dos dias da semana, horários mágicos e outros detalhes. Importante: isto não é tudo, o estudo da Bruxaria e Wicca é muito longo, muito extenso. Não pense que só com isso você será um sacerdote ou sacerdotisa, são necessários anos de estudo, esta listinha é apenas a pontinha de tudo.
SEGUNDA PARTE
Esta parte do livro servirá de Grimório, ou seja, é o lugar onde você vai anotar os feitiços e receitas que aprendeu (e está aprendendo), como proceder, o que fazer, enfim, um pequeno manual de feitiços e receitas mágicas. Esta anotação é muito útil, pois quando você precisar consultar algum feitiço, ele estará ali, sempre à mão. Outro detalhe é que, com o tempo de prática, você mesmo vai passar a criar seus próprios feitiços, o que é muito bom, pois terá o seu toque pessoal. Mas não se esqueça das correspondências, cada coisa tem seu significado, ao elaborar um feitiço, observe bem o que está fazendo.
Vale também para receitas de comidas e bebidas mágicas e ritualísticas.
TERCEIRA PARTE
Agora vem a parte do diário. Este espaço do Livro das Sombras vai servir realmente de diário para você. Nele você vai anotar as suas experiências vividas nos rituais. São coisas muito particulares, como por exemplo: Como você fez o ritual? Descreva os detalhes de como foi feito. Qual foi o seu objetivo, o seu propósito, o motivo de ter feito o rito. Foi um Sabbat? Um Esbbat? Um banimento? Uma consagração? Um feitiço? Etc. O que sentiu antes, durante e depois. Meditação: Descreva os mesmos detalhes. Como, quando e onde foi feita, como você se sentiu e quais foram os resultados.
Anotar estas coisas significa que você está acompanhando a sua vida religiosa e faz com que você se sinta mais conectado às divindades, assim como com a natureza e tudo o que está ao seu redor. Vivenciar e anotar estas experiências é muito importante, pois assim você estará aguçando a sua espiritualidade. É claro que podem ser anotadas muito mais coisas, estas que eu mencionei são só alguns exemplos. Outra coisa que pode ser feita também, caso você prefira, seria um Diário Mágico a parte, onde você anotaria estas experiências, deixando o Livro das Sombras somente com 2 partes, o que é bem mais interessante, pois suas anotações particulares ficariam guardadas separadamente. Mais uma vez eu digo: fica a seu critério.

3- E quando o Livro estiver cheio, posso fazer outro?
Claro que sim! Com certeza! Não há problema algum em fazer novos Livros. O anterior continuará tendo valia, pois servirá de consulta. Eu mesma tenho vários, inclusive costumo organizar os tópicos em pastas, assim eu posso acrescentar ou tirar algo do seu devido lugar. Outra coisa muito importante é que, se você fizer um curso ou fizer parte de um Coven, você terá mais de um Livro das Sombras, pois tudo o que você estuda deve ser registrado. E não se desespere para se iniciar, pois durante os anos de estudo, você mesmo(a) vai observar que apenas um ano e um dia não são suficientes. O aprendizado é por toda a vida, todos os dias aprendemos coisas novas, tanto na vida religiosa, quanto na vida pessoal, profissional, amorosa, etc.

4- Posso fazer meu Livro das Sombras no computador?
Claro, por que não? Ah, mas aí vai vir um bruxo tradicionalista dizendo que não, que o certo é fazer o livro e anotar tudo à mão. Ok, senhor bruxo da idade média, eu vivo no século XXI e sou perfeitamente adaptável a mudanças, se você não é, então pra quê tem computador, celular, tablet, smartphone e toda essa parafernalha tecnológica? Livre-se de tudo, então.
Não há problema nenhum em ter um Livro das Sombras no computador, afinal, é muito prático você ter arquivos salvos para ler onde quer que esteja, sem precisar sair por aí carregando um livro enorme e pesado. Sem falar que o Livro das Sombras particular não pode ser visto por outras pessoas, só por você, neste caso, um arquivo com senha vem bem a calhar.

Bênçãos plenas a todos!

Conhecimento Secreto

somb346
O Livro das Sombras, tem esse nome pois nele se escreve todo o conhecimento secreto, os mistérios que vamos aprendendo e/ou descobrindo. Sombras, porque nele esta o oculto, aquilo que olhos profanos não devem ver, nem saber; não se escreve neste livro coisas mundanas, nem se trata de um diário, ou um mero caderno de notas do que se vai juntando por aí, ou o que se ouve falar sobre bruxaria. Também não é uma ferramenta de trabalho, pois se corretamente usado, é o segundo melhor escudo que podemos ter; é uma “arma” de ataque e de defesa, e deve ser manipulado com muito cuidado e respeito. Sempre deve ser feito pelas mãos do seu dono/a, salvo no caso das costuras a máquina, fato do que poucos homens entendem, e por esse motivo necessitarão da colaboração de uma mulher para isso.
Primeiro se faz a parte física do livro, e despois se lhe dá “vida”, através da purificação e consagração. Dessa maneira cria-se uma sintonia com uma das Bruxas Ancestrais, que irão guiando e ensinando a/o bruxa/o que possua o livro, gerando um elo espiritual que se afiançará, na medida que progrida em seus trabalhos, e na responsabilidade que isso implica. É absolutamente importante cada item que fará parte do livro, pois todos juntos formam o canal adequado, para que se estabeleça a conexão com o mundo suprafenomenal, o vasto reservatório de idéias, formado pela maquinaria Universal.
Através desse canal, podemos ir aos Arquivos Akashicos, onde esta guardada a memória de cada um de nós, assim como também a memória arcana da Humanidade e do planeta como um todo. Por tudo isto, o Livro das Sombras não é somente um livro de feitiços, encantos, poções, etc. É também um canal energético, cheio de Vida e Poder, pelo qual podemos deslizar-nos a outras dimensões, e aprender sobre nós mesmos, sobre o mundo no qual vivemos e como cumprir com o propósito de nossa existência atual, para melhorá-lo, até que finalmente se torne um lugar digno de viver, para todos.
Através desse canal podemos conhecer-nos, de forma a descobrir, não somente nossos dons e habilidades inatas, mas também começamos a compreender nosso lugar neste Universo Encantado, onde a Magia Sagrada reina absoluta, sobre as Luzes e as Sombras de nossa consciência ainda adormecida, mas que ânsia por acordar, e cumprir com o propósito que trazemos: cumprir com nossa missão como seres humanos, que buscam trabalhar por sua própria evolução e a da Humanidade.
Em nosso coven, optamos por usar um arquivo, e folhas de oficio, pois é mas fácil de ser manipulado. Salvo em poucos casos específicos, as Bruxas Ancestrais me ensinaram que deve ter um número de folhas igual a 144; estas folhas devem ser numeradas, em uma das beiradas, ou no meio embaixo, e podem ser de cor, não necessariamente brancas. O arquivo deve ser forrado em tecido liso, da cor do signo ascendente do bruxo/a; nos o fizemos de cetim, ou tecido de forro para roupas, porque é brilhante e fica muito bonito; também lhe colocamos guata, para que ficasse acolchoado, o que o torna agradável ao tato.
Despois de forrado, se numeram as páginas e esta pronto para ser trabalhado; o primeiro é dividi-lo em seções, de 12 partes; pode parecer poco, mas não é. As seções ficam divididas pela primeira folha de cada seção, na qual se escreve o nome da seção, e se pode colocar desenhos ou somente um referente a ela; ou simplesmente usar o nome da seção como titulo, e seguir escrevendo na folha sobre o assunto em pauta. As seções são á escolha do bruxo/a, e a ordem delas no livro também; basta usar o bom senso.
Exemplos de assunto para as seções: feitiços, encantos, banhos, poções, visão, ervas, pedras, infusões, cozinha magica, etc. Se o desejar pode contar com minha ajuda para decidir estes temas ou qualquer outro sobre o livro; me sentirei honrada de poder ajudá-lo/a, ou enviar-lhe a orientação de uma das Bruxas Ancestrais, até que você possa contatar uma delas. Vamos a interromper pelo momento este assunto, sobre a confecção do livro, pois é necessário que falemos de algo muito importante antes de prosseguir: o Nome.

O Nome
O Nome representa o que o Ser faz e onde está, por isso é tão importante que o saiba, pois o Ser leva esse Nome porque essa situação, é a que foi chamada para ser no plano físico. Por esse motivo se pode mudar uma vida, através do simples fato de mudar o Nome. Quando a pessoa cresce como Ser, ou seja, completa a missão de ser nesse estado, o Nome lhe fica “pequeno”, deixa de ser relevante e temos de trocá-lo, o que equivale a assumir outra tarefa, para poder continuar evoluindo; se não o fazemos estancamos, estacionamos, nos acomodamos e morremos interiormente. Nossos Nomes são uma linha fluida do estado do Ser, uma linha que conta a evolução pessoal de cada um, como seres individualizados dentro da Harmonia Cósmica. Essa linha tem três etapas iniciais bem definidas, caraterizadas pelo desenvolvimento de ações que não admitem barreiras ou obstáculos.
A descoberta do Nome na primeira etapa, conduz o Ser a um estado de compreensão que vai alem dos planos compreensíveis pelo ser humano comum, que ainda não foi chamado a Ser; pouco compreensível para aqueles que ainda tem Karma, que ainda não tem Dharma. Nesta etapa em que Nome se revela á consciência consciente, entramos na posse de algo inatingível, algo inexplicável, mas que da sentido a tudo, pois estamos numa linha de evolução, que somente a certeza do Nome nos entrega. Essa revelação é nosso “Batismo no Fogo do Espírito”, fogo que nos absorve, nos purifica, tornando-nos o Ponto de União entre a Força Divina e a Magia Concreta.
A força do Nome se origina nos Planos Superiores, de um estado mais elevado da consciência; se origina do despertar no Ser de Algo Superior, do despertar da maior força de todas: a Força do Amor pelo outro, o Amor pela Humanidade. Esse é o segredo do Nome Mágico, pois sua magia se origina da Força do Amor Maior. Força que se faz pequena perante a sombra projetada pelo não-reconhecimento do outro, pela falta de compreensão e Amor pela humanidade. Mas os que estão nessa linha fluida de evolução, jamais esquecerão seus semelhantes, jamais deixarão de ser no outro, de estar no outro, pois dessa forma lhe dão a mão, e o convidam a participar dessa caminhada, pelos sendeiros inefáveis da Sabedoria e a Compreensão no Amor. Sua força, sua habilidade para nutrir aos outros está no Nome Mágico, em seu Nome Sagrado; Sagrado porque provêm do Fogo Estelar do Amor e provêm do fato de que você é o Ponto de União entre sua irmã, a Estrela, e a essência dos animais que conformam a rede, que cobre o planeta com as experiências do Amor.
O sêmen é a experiência do Amor, por essa razão se fala de Homem-Amor. O óvulo é a essência da Estrela, por isso se fala de Mulher-Luz; quando a experiência do Amor, se une com a essência da Estrela… surge você, que simboliza a expressão concreta do Nome Sagrado, sendo chamado a Ser, a União Cósmica do Universo. São três Nomes, uma trilogia de caminhos que marcam o sendeiro da Humanidade; sendeiro que se confirma em cada um dos que ouvem seu Dharma, seu chamado para Ser, até que todos se tornem Estrela, até que todos se tornem Amor.Foram três caminhos, três espirais que culminaram com o Amor feito Homem, herdeiro das Linhagens Sagradas de Minhas Sacerdotisas; o homem foi feito pedaços no Monte da Ignorância, mas Seu Amor feito Caminho, nos abriu a casa do amanhã, e por isso, ao igual que a Mãe Terra, desperta flores de sementes adormecidas, para que o Novo Mundo seja povoado de Homens-Amor, que resgatarão a Humanidade do longo sono em que esteve submersa.
Este livro também tem um Nome, um Nome Mágico, que normalmente se recebe num sonho, ou numa meditação, mas se isso não acontece, você pode escolher um através de sua intuição; seguramente será o correto. Também deve escolher um Nome Mágico para você, um que ninguém saiba, e que não poderá ser revelado, pois esse Nome trata da missão que traz a esta vida. Alem disso, quando o adote e o sinta como realmente seu, e como sendo a expressão do que você é, o Nome Magico, se tornará mais importante que seu nome comum, será seu verdadeiro nome; e a no ser que alguém trabalhe por ou para você com seu Nome Magico, dificilmente alcançara seu objetivo.

O Oval Negro, Símbolo do Éter, Representação de Akasha
Este livro também tem um Nome, um Nome Mágico, que normalmente se recebe num sonho, ou numa meditação, mas se isso não acontece, você pode escolher um através de sua intuição; seguramente será o correto. Também deve escolher um Nome Mágico para você, um que ninguém saiba, e que não poderá ser revelado, pois esse nome trata da missão que traz a esta vida. Alem disso, quando o adote, e o sinta como realmente seu, e como sendo a expressão do que você é, o Nome Magico, se tornará mais importante que seu nome comum, será seu verdadeiro nome; e a no ser que alguém trabalhe por ou para você com seu Nome Magico, dificilmente alcançará seu objetivo. Na primeira folha do livro, fazer um circulo grande no centro, deixando mais ou menos 2 centímetros nas bordas direita e esquerda da folha, e dentro dele desenhar um algo relacionado com a missão do bruxo/a, dono/a do livro.
Na parte superior do lado de fora do circulo, se escreve o nome do livro; embaixo, também na parte externa do circulo, se escreve o nome da Bruxa Ancestral, que sera a guia nos trabalhos. Dentro do circulo do lado esquerdo, escrever seu próprio Nome Magico, e do lado direito, dentro do circulo se escreve o seu nome na Arte, ou seja seu nome pagão publico, que usarás em chats, e-mail, e sempre que se apresentar a outros seguidores do ocultismo ou em seus trabalhos e ensaios. Todos estes nomes devem ser escritos em rúnico; a decoração e as cores ou os materiais que usará em seu livro são de sua escolha, e o mesmo vale para as primeiras páginas das seções; somente tendo que deixar fluir sua criatividade e sua intuição.
Pela experiencia comprovamos que normalmente, temos uma idéia do que vamos fazer, e assim o começamos; mas quando o terminamos fica diferente e muito mais belo do que pensamos no início. Isto acontece porque a Bruxa que lhe guia, vai influenciando seu trabalho dessa forma; mesmo assim poderá ver, que o resultado esta completamente relacionado com você e com sua essência.
Na capa externa frontal, o ideal é trabalhar com um símbolo que tenha fundamento; eu sugiro um Oval Negro, que pode ser recortado en tecido, ou em papel camurçado, ou em papel contact dessa cor, e dentro dele a forma da Lua que represente a Linhagem a qual você pertence. Isso você descobre pela fase lunar do dia do seu nascimento; existem muitas tabelas publicadas por aí, onde pode encontrar essa informação, ou pode mandar pedir, que eu lhe envio o dato. Se decidir fazer o livro assim, mais fácil lhe será contatar-se com os planos supranormais.
Nesse caso ao redor do Oval Negro, deve fazer nove triskles, e embaixo desse oval, antes de pegá-lo ou costurá-lo ao livro colocar uma gota de sangue do seu dedo índice direito; isto não tem nada que ver com pactos com o demônio, significa simplesmente que esta ligando sua energia com o livro, estabelecendo assim, o elo com a Bruxa Ancestral que o guiará em seu caminho magico.

Os Tattwas ou As Marés da Vida e do Amor
Estes símbolos são simples de usar, mas tão poderosos que devem ser usados com cuidado, pois podem produzir resultados muito rápidos.
São cinco figuras geométricas, e representam os quatro elementos :
🌟O Quadrado Amarelo de Privhiti (Terra),
🌟O Triângulo Escarlata de Tejas (Fogo),
🌟O Circulo Azul de Vayu (Ar),
🌟O Crescente Prateado de Apas (Água) 
🌟um Oval Negro, que representa o Éter,ou Akasha, o Espírito dos espíritos.
Estas formas são símbolos das marés que fluem ao redor da Terra, uma seguindo a outra, de forma ordenada; começa com o sol nascente, com Akasha o Espírito, depois flui para Vayu ou Ar, depois segue Tejas ou Fogo e se mistura com Apas ou Água e finalmente Privhiti ou Terra; sendo que Akasha, os atravessa e os circunda a todos permanentemente. Agora vamos falar da Lua, a grande Estrela da bruxaria; já todos conhecem muito sobre as lunações, seus ciclos, a influência que tem sobre a vida humana, a começar pela gestação, a influência sobre as marés, as colheitas, etc..
Neste post quero falar das Quatro Linhagens Sagradas, que se relacionam com as quatro fases da Lua. Cada um de nos pertence a uma delas dependendo da fase da Lua em sua hora de nascimento. O que escrevi anteriormente, sobre Akasha e a Lua, justifica o fato de colocar estes dois símbolos na capa frontal do Livro das Sombras, pois dessa forma nos religamos diretamente com o Éter, o quinto elemento, o elemento que o permeia tudo e a todos no Cosmos. Dessa forma ativamos novamente nosso elo, com a Linhagem a qual pertencemos, a traves do símbolo da Lua que corresponde ao momento exato de nosso nascimento, momento no qual, estávamos em absoluta harmonia com o Universo.
O Triskle ou Triskelion, é um elemento magico encontrado comumente na magia celta; se pode encontrá-lo em forma de estrela de três pontas ou em forma de espirais concêntricas; também representam o tríplice aspecto da Deusa (donzela, mulher madura ou mãe, e anciã) e está presente em todas as manifestações da Vida, inclusive no mundo pagão antigo, quando as estações do ano, estavam divididas somente em três partes: primavera, verão e inverno.
Pelo meu aprendizado com as Bruxas Ancestrais, sei que os chamados “Caminhos”, o da Luz e das Sombras, não são exclusivamente bons ou maus. Elas me ensinaram que o Caminho da Luz esta dividido em duas partes, e que se pode seguir uma ou a outra; estas duas partes são o Caminho da Luz e o Bem, e o Caminho da Luz e o Mal. O mesmo acontece com o Caminho das Sombras; existe o Caminho das Sombras e o Bem e o Caminho das Sombras e o Mal. Aclaro isto pois os Triskles pertencem ao Caminho das Sombras e o Bem, são símbolos relacionados com a fase da Lua Nova, e as Sacerdotisas desta Lua são chamadas de Senhoras das Sombras ou Senhores da Face Escura.
Mais adiante trataremos das Linhagens Sagradas principais, e as secundarias ou Linhagens Bastardas, que se referem a momentos intermediários, entre as quatro fases comumente conhecidas da Lua. Nada disto tem que ver com o mal ou a Magia Negra; estas Sacerdotisas tem um papel fundamental não somente na bruxaria, como também na evolução da Humanidade, pois são as que se relacionam diretamente com o Éter, com Akasha. Agora que já falamos da capa frontal, trataremos da capa posterior do Livro das Sombras. Esta capa é tanto ou mais importante que a frontal, pois nela será construído um Selo, porque na realidade esta é a capa principal do livro; este selo impede que se possa “ver ou ler” mental o espiritualmente o livro, por outros olhos que não sejam de seu dono/a.
Pode parecer coisa de conto de fadas, mas hoje, que já é de conhecimento publico o que a ciência chama de Visão Remota, e inclusive existem revistas e tratados muito simples sobre o assunto, e como executá-lo, o ideal é tomar todas as precauções para evitar que “espiem” nosso livro. O verdadeiro conhecimento sobre fazer ou bem o mal, está muito bem guardado nos planos supranormais, e somente tem acesso direto a esses conhecimentos os puros de coração.
Por esse motivo, ainda seja de lamentar, e ainda que estejamos trabalhando pela evolução de todos, inclusive e principalmente dos que estão mais atrasados no caminho, existem seres que buscam apropriar-se de conhecimentos sobre esses planos, sem estar aptos ainda, a conhecer o mal e não sucumbir a ele, pelo poder que podem obter manobrando as massas manipulando as pessoas a seu antojo e em beneficio próprio. Este selo, deve ser confeccionado depois de ter entrado em contato com a Bruxa que o guiará, pois é ela a que dirá como fazê-lo, ou o inspirará; depende de cada caso o esperar, ou sentir essa intuição, e executá-lo. Depois de todos estes passos, antes de começar a escrever em seu Livro das Sombras, é necessário purificá-lo e consagrá-lo.

Purificação do Livro das sombras
Preparar o altar de forma que tenha espaço suficiente para que caiba o livro encima dele, rodeado por cinco velas, uma para cada ponto cardeal, correspondendo com os Tattwas.Deve ser feito durante a noite, e se possível a meia noite, a uma da manhã se houver horário de verão, durante a fase da Lua correspondente a Linhagem da bruxa/o, que possui o Livro das Sombras. As velas devem ter a cor dos Tattwas, e tem que ir em seu ponto cardeal correspondente, sendo que a preta vai ao Norte e as outras ao seu redor, formando um pentágono imaginário.
Deixar tudo pronto e as 21:00 HS, nesse momento, acender uma vela da cor preferida da Bruxa Ancestral que lhe guia, para que ela faça o equilíbrio entre os mundos, unindo o mundo físico e o mundo Astral. Esta vela é uma vela a parte das outras cinco que vão ao redor do livro.

Dizer :
“Eu (nome magico) peço-te (nome da Bruxa Ancestral), que faças a união entre os mundos físico e astral, de forma que o equilíbrio entre os mundos seja preservado”. Deixar a vela queimando, e a meia noite, (a uma da manhã se estamos em horário de verão) dizer:
“Arcanjo Gabriel, rogo-te que protejas este Circulo Sagrado, de toda influencia negativa e favoreças este trabalho mágico, que cumprirei nesta noite”
Depois disto, ainda com as velas apagadas, (a única acesa é a do Altar, de sete dias, e a que se acendeu as nove, se ainda não terminou) tomar o livro na mão esquerda, fechado, e com a direita pegar um copo com água de mar ou água corrente previamente consagrada, e passe-a em cruz de cima para abaixo e de esquerda a direita, encima do livro na capa frontal, fazendo-o depois na capa posterior, sempre com o livro fechado.
Deixar o copo ao lado, recolocar o livro em meio as velas, e invocar Nixa, Rei do elemento Água, dizendo:
”Nixa, Rei do elemento Água, solicito tua ajuda e a de teus espíritos, neste trabalho magico. Reforça minha vontade e aumenta meu Poder. Faz isto, Oh! Senhor das Águas, em Nome de teu Senhor Gabriel, Arcanjo da Lua” 
Os Reis Elementais sempre devem ser invocados visualizando-os por detrás do seu Arcanjo correspondente.
Nixa, é fluido, e como o Rei da Água, muda de forma freqüentemente; sua aura é azul-esverdeada, fluindo para todos os lados, com reflexos prateados e tentáculos de energia cinzenta. Esta é a visualização tradicional, mas se encontrar outras como a egípcia, ou a do Tarô, também podem ser usadas, se sentir melhor sintonizado. A seguir, acender as velas começando pela preta, seguida da amarela, depois a azul, depois a verde e por último a vermelha. Deixar as velas queimar ate o final.

Consagração do Livro das Sombras
Na noite seguinte a purificação, e tendo deixado o livro no Altar, durante todo o dia no mesmo lugar, a meia noite, ou a uma, em caso do horário de verão, começar a consagração. Para este ritual será preciso ter a fórmula para purificar a água e o sal, e que a vela do altar esteja acesa (vela vermelha de sete dias). Depois de consagrar um pouco de água e de sal, acenda uma varinha de incenso Lunar ou de Câncer.
1° passo – salpicar umas gotas de água consagrada sobre o Livro das Sombras, e dizer:
“Com o Elemento da Água, símbolo de compreensão e da fe, consagro este Livro das Sombras, com o Nome de (nome do Livro) para meu uso.”
2° passo – Fazer o mesmo com o sal e dizer:
“Com Elemento da Terra, símbolo do Crescimento Espiritual, consagro este Livro das Sombras, com o Nome de (nome do livro) para meu uso”.
3° passo – passar a fumaça do incenso pelo livro e dizer:
“Com o Elemento do Fogo, símbolo do Serviço, a Honra e a Lealdade, consagro este Livro das Sombras, com o Nome de (nome do livro) para meu uso”.
4° passo – Aspirar e expirar profundamente sobre o livro e dizer:
“Com o Elemento do Ar, símbolo das Palavras Criadoras do Poder, consagro este Livro das Sombras, com o Nome de (nome do livro) para meu uso, Oh! Poderes dos Reinos Interiores.
Guardem minha promessa feita neste dia: Lutarei com toda minha força para usar este Livro das Sombras com dignidade, verdade e compreensão total de minhas responsabilidades.
Que este dia seja abençoado!”
Agora seu Livro das Sombras está pronto para que possa usá-lo.

Fontes: 
http://olivrodabruxa.blogspot.com.br/
http://wiccabruxariaemagia.blogspot.com.br/
http://magiabruxa.com/